• MagiCelebrante

A história por trás das tradições

Vestido branco, troca de alianças, jogar o buquê e depois da festa, partiu para a lua de mel. De fato a maioria das noivas pensa em todos estes detalhes, mas você já parou para pensar de onde vieram estas tradições? Muitas vezes, seguimos certos costumes sem saber de onde surgiram. São hábitos que se tornaram usuais através dos séculos e agora vamos desvendá-los para vocês.



Muitas destas tradições tiveram suas origens a séculos atrás, tendo significados românticos ou até mesmo supersticiosos, tudo com a intenção de atrair bons fluidos e afastar o mal olhado. Independente do tempo, todas estas tradições continuam até hoje encantando casais, que as mantém vivas anos após anos.


Noiva de branco

Todos ficam curiosas para saber qual o vestido escolhido pela noiva. Surgem diversa especulações, menos a cor, não é mesmo? Mas pode acreditar, nem sempre o vestido de noiva foi branco.


As noivas usavam verde, vermelho e até mesmo preto, acreditem! Na Idade Média, por exemplo, pouco importava a cor escolhida para a vestimenta da noiva. O que era levado em consideração era a luxuosidade do vestido. Quanto mais suntuoso e nobre o tecido, mais perto de ser perfeito estava o vestido.


No século XIX as coisas começaram a mudar. A chegada da Rainha Victória da Inglaterra foi um marco, ela foi a pioneira na escolha do vestido branco. Victória foi também uma das primeiras da alta nobreza a se casar por amor, o que provavelmente seja a razão pela difusão da moda do vestido branco ao redor do mundo!


Hoje, vemos a escolha dessa cor como símbolo de castidade e a pureza.


O Véu

O propósito do véu veio da Grécia Antiga. As noivas cobriam o rosto para afastar o mau-olhado. Mas, há quem diga que o uso do véu era essencial para esconder a noiva de possíveis admiradores que poderiam supostamente “roubá-la” do noivo.


Buquê

Mais uma vez a Grécia sendo uma precursora. Os buquês eram feitos com alho e alguns tipos de ervas com o intuito de afastar o mau olhado e atrair energias positivas.


Troca de alianças

Sabe aquela história de que a aliança é utilizada no dedo anelar da mão esquerda, pois nele passa uma veia a qual se conecta diretamente com o coração? Pois bem, essa tradição passou a ser utilizada a partir de Alexandre o Grande. Porém, teve seu início entre egípcios e hindus.


Chuva de arroz

Essa tradição teve sua origem na China. Por acreditar que o arroz era um símbolo de prosperidade, um mandarim encomendou uma verdadeira chuva de arroz para ser atirada sobre sua filha no final do seu casamento. Começaram, assim, a utilizá-lo como demonstração de sua riqueza!


Damas de Honra

Aquelas fofurinhas que adentram a igreja tiveram sua origem durante a Idade Média. Mas não era bem como hoje, na época acreditava-se que a noiva deveria convidar amigas que se vestissem de forma parecida e também carregassem buquês, afim de confundir os maus espíritos.


Desde então, esta prática se tornou usual em casamentos europeus e americanos, conquistando seu espaço, também, entre noivas brasileiras!


E aí, você sabia de alguma dessas tradições?


MagiCelebrante Denny Kamogawa

Tenha uma celebração intimista, emocionante e surpreendente no seu casamento.

Conheça mais clicando aqui.

Mapa do Site

MagiCelebrante Denny 

  • Whatsapp
  • MagiCelebrante Facebook
  • MagiCelebrante Instagram

Celebrante de Casamento em São Bernardo do Campo, São Paulo e Grande ABC, atende todo Brasil

Fornecedor recomendado pelos sites: casamentos.com.br e zankyou.com

Celebrações personalizadas, para casamentos de qualquer religião ou crença.

Tags: Casamento homoafetivo | Casamento Diferente | Celebração Criativa |   Celebrante no ABC | Celebrante em São Paulo